Adoro minha quadra

Escrito por Brasília Poética em . Postado em Poemas para Brasília, Posts Sem Comentários

Por Conceição Freitas

O leitor Edson Shimabukuro escreve, a propósito da diversidade de produtos e serviços das entrequadras comerciais do Plano Piloto:

“Minha quadra também é cosmopolita. Temos um legítimos restaurante grego, uma crossanteria que não deve às de Paris, uma bela padaria estilo às de São Paulo, um boteco com nuanças pernambucanas, o churrasquinho de gato do Eliomar, o bar do Mocó que fica escondido, e que só os iniciados frequentam. Também temos a distribuidora de bebidas do Paixão, que herdou do falecido Cezar das faixas provocativas e que virou bar tal como o depósito do Piauí na Asa Sul. Adoro minha quadra”.

Na memória descritiva do Plano Piloto, Lucio Costa cita, a título de exemplo, o comércio das entrequadras: mercadinho, açougue, venda, quitanda, casa de ferragem, barbearia, cabeleireiro, modista, confeitaria. Quase 60 anos depois (o projeto de LC é de 1956), a modista foi substituída pela costureira que faz pequenos consertos, o açougue foi engolido pelos supermercados, mas a variedade ficou ainda mais rica.

Há de um tudo nas entrequadras: de lojinhas de candomblé e umbanda a sex shop. De pet shop a serviço de depilação. De biscoito mineiro a chope belga. De restaurante nordestino a bistrô francês. Pizzaria, espagueteria, crossanteria, creperia, padaria, cafeteria, choperia, barbearia, torteria, tapiocaria.

Loja de calçados, de colchões, de cortinas, de cine-foto. Loja que conserta tênis, loja que conserta roupa, que conserta brinquedo, que conserta eletrônicos, que conserta celular, que recupera artigos de couro.

A alta gastronomia e o PF estão representados nas entrequadras. O cassoulet e a feijoada borbulham, calóricos, no comércio local do Plano Piloto. A comida natural e o churrasco reforçam o espírito democrático das lojinhas entre as superquadras.

Os serviços de beleza, cada vez mais especializados, estão à disposição das clientes e dos clientes nas entrequadras: SPA, sauna rejuvenescimento facial, terapia da água, ofurô, sauna, desenhos pubianos, design de sobrancelha.

Calçados ortopédicos, para diabéticos, calçados magnéticos, calçados artesanais, calçados de grife, calçados com numeração especial. Os mercadinhos japoneses estão concentrados na Asa Sul. Nem a chegada dos mercados gourmet tirou-lhes a freguesia de décadas.

Nas entrequadras de Lucio Costa,as lojinhas da década de 1960 (Casa das Meias e Pizzaria Dom Bosco, dois lendários exemplos) assistem, da janela da história, às mudanças continuas na vizinhança. Pode-se arriscar a dizer, sem nenhuma aferição sistemática, que os estabelecimentos modestos tem mais longevidade que as iniciativas mais ousadas. Raras são as entrequadras que não tem um pé sujo devidamente estabelecido há mais de década.

As entrequadras compõem, com as superquadras, o melhor da invenção de Lucio Costa.

Texto transcrito da “Crônica da Cidade”, de Conceição Freitas, de 27 de novembro de 2014.

Trackback do seu site.

Deixe um comentário


Leia também:

A passagem de Tom Jobim e Vinícius de Moraes pelo Catetinho

O texto de Antônio Carlos Jobim Setembro, sertão no estio. Frio seco. Altitude aproximada: 1.200 metros. Ar transparente, céu azul profundo, primavera e pássaros se namorando. Campos gerais, chapadões dos gerais. Cerrado e estirões de mata à beira dos rios.…

Alvorada de Espelhos

Alvorada de Espelhos Por Clemente Luz O imenso louva-a-deus traçado no papel, antes promessa da presença da cidade, já tem forma e base sólida no chão do planalto. No local mesmo onde a visão do profeta viu “que se formava…

Bernardo Sayão

Da morte emerges, Bernardo Sayão, e com que pureza! Assim te revemos, os que nunca te vimos, e não há em nós nenhuma surpresa. Assim te revemos, sertanejo tranqüilo, no retrato que te faz surgir num descampado, o olhar firme, …